Granola Girl: sobre a tendência e alguns dados

Granola girls: imagem ilustrativa de duas garotas no campo com estética hippie moderna.

The Granola Girl Aesthetic” ou “granola girl”, também conhecida como “Earth Core” ou “Modern Day Hippies”, virou um termo popular na internet para falar sobre as pessoas que gostam de estética mais natural e viver em contato com a natureza

De acordo com o Urban Dictionary, “granola girl” é definida como: “uma pessoa (homem ou mulher) que gosta de caminhadas, canoagem e outras coisas ao ar livre. Eles geralmente podem ser vistos bebendo um Camelbak, vestindo tie-dye, trajando Chacos e comendo mistura de trilha. Eles são o tipo de pessoa que você vê caminhando nas montanhas dos Estados Unidos ou viajando de mochila para outros países por longos períodos de tempo.”

“Granola girl” virou uma tendência, com mais de 10.4 milhões de visualizações no Tik Tok. No Google, houve um aumento repentino (mais de 5000%) especialmente nos Estados Unidos. Os termos relacionados à estética de looks, como “granola girl aesthetic” e “granola girl outfit” também subiram. 

Ainda encontramos interesse por acessórios de viagem de campo, como “granola girl backpack”, “granola girl adventure bag” (para mochilas de acampamento) e a jaqueta de Pluma The North Face Stretch Down Feminina (“The North Face 1996 Nuptse Jacket”). Muitos deles, como é o caso da jaqueta, são utilizados para proteção contra o calor e ao frio a céu aberto. Além disso, também temos interesses relacionados à fotografia, como o “VSCO”, utilizados para mostrar essa estética nas redes sociais (Instagram, Tik Tok ou grupos de “granola girl”) e na própria plataforma audiovisual VSCO.

A trend é considerada um modo de viajar para alguns, e para outros também é considerada uma nova forma de vida. Ficar em acampamentos, ter contato com a natureza, utilizar equipamentos de campo e estar ao ar livre, com vista de montanhas ou florestas, seria uma tentativa de unir a natureza ao cotidiano.

As pessoas que se identificam como “granola girls” também refletem uma parte das escolhas de diversos grupos sociais, que vão contra o trabalho “fechado”. Em meio a tantos escritórios com expedientes de 8h por dia, em 5 (ou mais) dias por semana dentro de prédios, elas fazem parte de um movimento que é a favor de sair de formato de rotina padrão de produtividade. Granola girls optam por tomar café da manhã com vista para montanhas, viajar com os amigos, realizar longas caminhadas e trabalhar com a natureza de pano de fundo. E, apesar de expor parte de suas vidas nas redes sociais, “granola girls”, tentam dividir a vida com privacidade. Também apostam em cabanas e tendas mais isoladas, longe do excesso de prédios e tecnologia das metrópoles, em busca de um certo balanço ou, quem sabe, mudanças para um modo de vida menos veloz.

Profissional de Digital Business e Business Intelligence, com foco em Consumer Insights, Trends e Cultural Research. Pesquisa e trabalha criando estratégias baseadas em dados. Criadora do Dataísmo e da comunidade de consumer insights Priszma by Dataísmo. Formada em Marketing e pós-graduanda em Digital Business na USP.

Share