Tendências

Tendência do pistache em 2024: dados e análise da pistache mania. Dataísmo 2024.

Tendência do pistache: a ascensão do mercado e a pistache mania

A tendência do pistache está visível no mercado, em vídeos curtos da internet e também em muitas chocolaterias do Brasil. Nota: *Todos os dados foram coletados e coletados por Juliana Freitas/Dataísmo. Conteúdo original.

O pistache é uma semente comestível originária da Ásia, e chama a atenção por seu sabor único e pelo seu valor nutricional. Pode ser utilizado como um snack saudável e também como ingrediente em diversas receitas, desde pratos salgados até doces e sobremesas. Um exemplo popular de produto feito com pistache é o chocolate de pistache, que combina o sabor marcante da semente com a doçura do chocolate, sendo uma opção apreciada por muitos consumidores.

No Brasil, produtos como sorvetes, ovos de páscoa, bombons e pasta para usar em torradas também são vendidos com base no pistache. Ele tem a vantagem de ser versatilidade, além da crescente popularidade desse alimento.

Tendência do pistache no mercado consumidor

O mercado global de pistache está em expansão, com estimativas apontando para um valor de US$ 4,70 bilhões em 2024 e projeções de crescimento para US$ 5,85 bilhões até 2029, representando uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 4,47% durante o período (Mordor Intelligence). No Brasil, as importações de pistache aumentaram significativamente em 2023, atingindo US$ 8,8 milhões, o que corresponde a 608 toneladas do produto (Forbes).

Fatores do aumento da tendência do pistache

O aumento da demanda por pistache pode ser atribuído a diversos fatores. Primeiramente, seu sabor único e seu valor nutricional têm contribuído para sua popularidade global, tornando-o uma escolha atrativa para consumidores preocupados com a saúde.

Além disso, a produção de pistache é complexa e requer condições climáticas específicas, o que limita sua oferta e contribui para o aumento dos preços. Eventos geopolíticos, como a guerra na Ucrânia, também impactam o fornecimento global de pistache, influenciando os preços do produto.

Por fim, as tendências de consumo, que valorizam cada vez mais produtos saudáveis e saborosos, têm impulsionado a demanda por pistaches em todo o mundo.

Tendência do pistache na Páscoa brasileira em 2024

Tendência do pistache em 2024: dados e análise da pistache mania. Dataísmo 2024.
Tendência do pistache em 2024: dados e análise da pistache mania. Dataísmo 2024.

Em 2024, o pistache ocupou um espaço especial em produtos, mostrando nas prateleiras a presença dele como ingrediente, crescendo a olhos vistos. Encontramos produtos como: Ovo de Colher Pistacchio da Bacio di Latte, Ovo LaNut Pistache da Cacau Show, Ovo Trufado Framboise e Pistache da Prawer, Ovo de Páscoa Recheado Pistache da Brasil Cacau e Ovo de Páscoa Black & White Pistache da Kopenhagen. Além disso, também continua a ser usado em chocolates especiais ou premium de microempreendedores brasileiros, especialmente confeiteiros e pequenas cafeterias.

Interesse por pistache na internet

Nos últimos 5 anos, a busca do termo “pistache” no Google aumentou 100% (Google Trends, 2019 a 2024, dados coletados em abril de 2024). Também cresceu o interesse por Cacau Show, Kopenhagen, marcas com produtos de pistache. Ainda encontramos buscas por sorvete de leite com pistache, ovo de páscoa de pistache, pasta (patê) de pistache, verde pistache, panetone de pistache, brigadeiro de pistache, fruta e recheio de pistache em todo o Brasil.

Em outras palavras

O interesse pelo pistache tem crescido significativamente na internet, com buscas no Google Trends indicando um aumento constante na procura pelo termo “pistache” nos últimos anos.

As vendas de pistache estão em alta tanto no varejo físico quanto online, com supermercados, lojas especializadas e plataformas de e-commerce registrando um aumento significativo na demanda pelo produto.

Nas mídias sociais, o pistache se tornou um ingrediente popular, com diversas receitas, dicas e conteúdos criativos que atraem a atenção dos consumidores.

*Todos os dados foram coletados e coletados por Juliana Freitas/Dataísmo. Conteúdo original.

Para continuar a conversa

Tendência do pistache: a ascensão do mercado e a pistache mania Read More »

Coringa: Folie à Deux, expectativa do filme em dados. Abril de 2024. Lady Gaga e Joaquim Phoenix em Joker 2. Imagem: Divulgação do filme.

Coringa Folie à Deux: expectativa do filme em dados

Coringa: Folie à Deux, expectativa do filme em dados. “Coringa 2”, também conhecido como “Joker 2”, é a aguardada sequência do sucesso de 2019 que trouxe Joaquin Phoenix no papel principal, dirigido por Todd Phillips. Abaixo, dados e insights feitos por Dataísmo/Juliana Freitas.

Coringa Folie à Deux, a curiosidade em torno do filme

Coringa: Folie à Deux, expectativa do filme em dados. Abril de 2024. Lady Gaga e Joaquin Phoenix em Joker 2. Imagem: Divulgação do filme.

Desde o anúncio oficial do filme em agosto de 2022, “Coringa 2” e “Joker 2” têm sido temas de grande interesse, com um aumento significativo nas buscas na internet (Google Trends).

O lançamento do trailer oficial de Folie à Deux, em 10 de abril de 2024, impulsionou um novo pico de interesse, com mais de 100% de aumento nas buscas em comparação com o mês anterior.

Os países com maior volume de pesquisas incluem Estados Unidos, Brasil, Reino Unido, França, Alemanha, Itália, Espanha, México, Canadá e Austrália, refletindo a expectativa global em torno do filme.

Folie à Deux no Brasil: o papel do Brasil na tendência

Coringa: Folie à Deux, expectativa do filme em dados. Abril de 2024. Lady Gaga e Joaquin Phoenix em Joker 2. Imagem: Divulgação do filme.
Coringa: Folie à Deux, expectativa do filme em dados. Abril de 2024. Lady Gaga e Joaquin Phoenix em Joker 2. Imagem: Divulgação do filme.

O Brasil se destaca como o segundo país com maior interesse global por “Coringa 2”, com um aumento de mais de 200% nas buscas desde agosto de 2022.

O lançamento do trailer em português em abril de 2024 impulsionou ainda mais o interesse, demonstrando a forte conexão do público brasileiro com a narrativa e os personagens do universo do Coringa.

Sucesso de “Coringa” e expectativas para “Joker 2”

Coringa: Folie à Deux, expectativa do filme em dados. Abril de 2024. Lady Gaga e Joaquin Phoenix em Joker 2. Imagem: Divulgação do filme.

O sucesso do primeiro filme, que rendeu a Joaquin Phoenix o Oscar de Melhor Ator, aumentou ainda mais as expectativas para a sequência.

O primeiro filme do Coringa (2019) do diretor arrecadou mais de $1 bilhão em todo o mundo, tornando-se o filme de maior bilheteria com classificação R da história e o filme de maior bilheteria de um vilão da DC Comics. O filme também quebrou recordes de bilheteria em outubro, mês de lançamento, e se tornou o filme de maior bilheteria dirigido por Todd Phillips.

Com Todd Phillips novamente na direção, muitos fãs esperam uma continuação à altura do impacto emocional e narrativo do original.

A inclusão de Lady Gaga no elenco, em um papel misterioso e intrigante, adiciona um elemento de antecipação adicional à trama.

Coringa: Folie à Deux, expectativa do filme em dados. Abril de 2024. Lady Gaga e Joaquin Phoenix em Joker 2. Imagem: Divulgação do filme.

O título “Folie à Deux” sugere uma abordagem psicológica, explorando as nuances da insanidade compartilhada entre Coringa e sua contraparte feminina, interpretada por Lady Gaga. O termo “Folie à Deux” refere-se a um transtorno psicótico compartilhado por duas pessoas próximas, geralmente ocorrendo entre membros de uma mesma família ou em relacionamentos íntimos.

Outros recordes de Coringa 1, que se relacionam à expectativa:

  • Filme de maior bilheteria com classificação R da história
  • Filme de maior bilheteria de um vilão da DC Comics
  • Filme de maior bilheteria dirigido por Todd Phillips
  • Filme de maior bilheteria em outubro (mês de lançamento)
  • Oscar: o filme recebeu 11 indicações ao Oscar, incluindo Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Ator para Joaquin Phoenix.
  • Ganhou 2 Oscars: Melhor Ator para Joaquin Phoenix e Melhor Trilha Sonora Original.

Em outras palavras: expectativas e insights

Coringa: Folie à Deux, expectativa do filme em dados. Abril de 2024. Lady Gaga e Joaquin Phoenix em Joker 2. Imagem: Divulgação do filme.

O aumento contínuo do interesse por “Coringa 2” mostra a popularidade do primeiro filme, mas também a curiosidade do público em relação à evolução da história e aos novos elementos introduzidos na sequência, como a participação de Lady Gaga.

Impacto cultural: apostas da crítica

A sequência de “Coringa” promete não expandir o universo do personagem, mas também pode desafiar as convenções do gênero de filmes de super-heróis. É possível que seja um musical (apesar de não ser confirmado que seja um gênero musical de super-heróis pelo próprio diretor Todd Phillips até abril de 2024).

Com um elenco vencedor de Oscars e uma narrativa intrigante, “Joker 2” tem o potencial de se tornar um sucesso de bilheteria, e é possível que abra novas possibilidades, criando novos tipos de narrativas no universo dos heróis.

Mais sobre o filme Coringa: Folie à Deux

Coringa: Folie à Deux, expectativa do filme em dados. Abril de 2024. Lady Gaga e Joaquin Phoenix em Joker 2. Imagem: Divulgação do filme.

“Coringa: Folie à Deux”, está programado para ser lançado em 4 de outubro de 2024.
O filme não é recomendado para menores devido à sua violência, linguagem e temas adultos. A Motion Picture Association (MPA) classificou Coringa 2 como “R-Rated”. Esta classificação proíbe menores de 17 anos de assistirem ao filme sem a companhia de maiores na América do Norte. No Brasil, esta classificação normalmente se traduz com uma recomendação para maiores de 16 anos.

Para continuar a conversa

Coringa: Folie à Deux, expectativa do filme em dados. Abril de 2024. Lady Gaga e Joaquin Phoenix em Joker 2. Imagem: Divulgação do filme.
Aguardando.

Coringa Folie à Deux: expectativa do filme em dados Read More »

O que é V.U.C.A.? VUCA: artigo feito para compreender mais o conceito para resumir o mundo da volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade.

O que é V.U.C.A.? Volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade

VUCA: artigo feito para compreender mais o conceito para resumir o mundo da volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade.

Em um mundo marcado por mudanças e desafios cada vez mais crescentes, o conceito de VUCA, que significa Volatilidade, Incerteza, Complexidade e Ambiguidade, ganhou significativo reconhecimento.  O termo foi criado para descrever os desafios multifacetados que as organizações enfrentam na paisagem global contemporânea. Como apontado por Doheny, Nagali e Weig (2012): 

“Em diversas indústrias, uma crescente onda de volatilidade, incerteza e complexidade nos mercados está agitando e mudando a natureza da competição.” 

Esses elementos se tornaram os pilares do ambiente imprevisível de negócios de hoje, remodelando a forma como os líderes e as organizações operam.

O que é V.U.C.A. no detalhe: definindo e contextualizando volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade

  • Volatilidade, o primeiro componente do VUCA, refere-se às mudanças rápidas e frequentemente imprevisíveis no cenário de negócios. Como resumiu de forma sucinta Warwick-Ching (2013), “A volatilidade oferece oportunidades de lucro.” Essas mudanças rápidas podem criar oportunidades ou representar desafios para as organizações. Para prosperar em um mundo volátil, os líderes precisam abraçar a agilidade e a adaptabilidade.
  • Incerteza, o segundo componente, significa a falta de previsibilidade e a presença de variáveis desconhecidas. De acordo com Hemingway e Marquart (2013)? “A incerteza é uma oportunidade.” Em um ambiente incerto, os líderes devem utilizar sua capacidade de previsão estratégica e habilidades de gerenciamento de riscos para aproveitar essas oportunidades e evitar possíveis armadilhas.
  • Complexidade representa a natureza intrincada e interconectada do mundo dos negócios modernos. O Boston Consulting Group (2013) enfatizou que “Simplificar a complexidade da TI é uma grande oportunidade.” Os líderes precisam lidar com avanços tecnológicos, impactos na indústria e mudanças demográficas, o que pode tornar a tomada de decisões mais desafiadora.
  • Ambiguidade, o último componente, significa a falta de clareza e interpretações conflitantes das informações. O Amerasia Consulting Group (2013) observou que “A ambiguidade representa uma oportunidade.” Os líderes devem ser hábeis em lidar com situações em que as informações são incompletas, contraditórias ou sujeitas a várias interpretações.

O que é V.U.C.A, em resumo

Em um mundo globalizado, entender a lógica VUCA continua relevante (apesar de surgirem outros termos que resumem ou tratam de assuntos ainda mais atuais ou, quem sabe, usam outros referenciais teóricos).

A globalização trouxe tanto oportunidades quanto ameaças para as organizações, como apontado por Bennett e Lemoine (2012). Mudanças econômicas, avanços tecnológicos e alterações demográficas têm aumentado a complexidade do ambiente de liderança. No entanto, reconhecer e abordar esses fatores é fundamental para preservar e aprimorar o desempenho organizacional.

Em um mundo VUCA, o poder da linguagem e da comunicação cuidadosa se torna fundamental. Os líderes podem usar suas palavras para guiar ações propositais e mobilizar suas equipes diante desses desafios. Além disso, os componentes do VUCA frequentemente se sobrepõem, criando desafios multifacetados.

Para lidar com essas complexidades, as pessoas (dentro e fora das empresas) precisam desenvolver a habilidade de discernir e rotular situações com precisão. Fazendo isso, podem mitigar as frustrações apresentadas pelo conceito do VUCA, aprimorando, em última análise, o desempenho organizacional em um mundo em constante mudança.

Em resumo, o termo VUCA resume a essência dos desafios que as organizações enfrentam no ambiente de negócios contemporâneo e globalizado. Ele serve como um lembrete para os líderes, profissionais ou pesquisadores serem ágeis, adaptáveis e estratégicos em sua abordagem, aproveitando o poder da linguagem e da resolução precisa de problemas para navegar na complexa teia de volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade que define o cenário empresarial contemporâneo. Com certeza um grande desafio.

Revendo o V.U.C.A.: o conceito de mundo B.A.N.I.

O futurista James Cascio sugere (2018) que o conceito de VUCA (Volatilidade, Incerteza, Complexidade e Ambiguidade) já não é suficiente para descrever nossa realidade atual. VUCA tornou-se nosso estado padrão, perdendo sua utilidade para diferenciar as diferenças importantes. Vivemos em uma fase de mudança na natureza de nossa realidade social, cultural, política e tecnológica. Um novo paradigma exige uma nova linguagem, como o conceito BANI, que nos ajuda a compreender as consequências das perturbações em andamento, oferece uma plataforma para explorar estratégias adaptativas e fornece ferramentas para entender o caos em nosso mundo em constante evolução. “BANI” pode ser a chave para entender nossa realidade atual e navegar por ela.

“Um paralelo intencional ao VUCA, BANI – Frágil, Ansioso, Não Linear e Incompreensível – é uma estrutura para articular as situações cada vez mais comuns em que a simples volatilidade ou complexidade são lentes insuficientes para compreender o que está a acontecer. Situações em que as condições não são simplesmente instáveis, são caóticas. Onde os resultados não são simplesmente difíceis de prever, são completamente imprevisíveis. Ou, para usar a linguagem específica destas estruturas, situações em que o que acontece não é simplesmente ambíguo, é incompreensível. O BANI é uma forma de enquadrar melhor e responder ao estado atual do mundo. Algumas das mudanças que vemos acontecer na nossa política, no nosso ambiente, na nossa sociedade e nas nossas tecnologias são familiares – estressantes à sua maneira, talvez, mas de um tipo que já vimos e com que lidamos antes. Mas muitas das convulsões em curso não são familiares, são surpreendentes e completamente desorientadoras. Eles se manifestam de maneiras que não apenas aumentam o estresse que experimentamos, mas também multiplicam esse estresse.”

Veja outros conceitos no especial Conceitos de Marketing e Dados. Categoria dedicada a entender termos ligados aos dados, tendências, comunicação e consumo.

O que é V.U.C.A.? Volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade Read More »

Rolar para cima