Inteligência Artificial

TikTok identifica IA: marca dágua para conteúdo feito por Inteligência Artificial. Imagem: Tik Tok for Business. Divulgação.

TikTok identifica IA: marca dágua para conteúdo feito por Inteligência Artificial

TikTok identifica IA: marca dágua para conteúdo feito por IA. 

O TikTok anunciou uma nova iniciativa para combater a desinformação e promover transparência na plataforma: a marca d’água para conteúdo gerado por inteligência artificial (IA). De acordo com o TikTok for Business, a tecnologia “Content Credentials” (credenciais de conteúdo) identificará automaticamente vídeos e imagens criados com IA.

Conteúdo gerado por IA (como explica o regulamento e privacidade do TikTok), inclui imagens, vídeos e/ou áudio produzidos ou modificados por processos de aprendizado profundo ou de máquina. Esse tipo de conteúdo pode incluir representações realistas de pessoas reais ou criadas em estilos artísticos específicos (pinturas, desenhos, anime, etc.).

TikTok identifica IA: marca dágua para conteúdo feito por Inteligência Artificial. Imagem: Tik Tok for Business. Divulgação.
TikTok identifica IA: marca dágua para conteúdo feito por Inteligência Artificial. Imagem: Tik Tok for Business. Divulgação.

A plataforma já exigia que os criadores identificassem conteúdos feitos com efeitos de IA próprios do TikTok. Agora, a novidade é a detecção automática para materiais importados de outras plataformas. Isso reforça o combate a deepfakes e vídeos editados de forma enganosa.

Para ajudar a audiência a entender o que está vendo, o TikTok oferece algumas opções de rotulagem:

  • Marca automática “IA”: Aplicada a conteúdos identificados como criados ou editados por IA.
  • Marca “Criador rotulado como IA”: Utilizada pelos próprios criadores para indicar que o conteúdo foi totalmente gerado ou editado significativamente por IA. Importante ressaltar que marcar conteúdo não alterado como IA viola os termos de serviço da plataforma.

Além disso, o TikTok disponibiliza recursos para os usuários reportarem conteúdos que violem a política de mídia sintética e manipulada.

Afinal, por que rotular conteúdo feito por IA?

De acordo com o TikTok, a transparência é fundamental para evitar a disseminação de informações falsas. Ao saber se um vídeo foi editado por IA, o usuário pode avaliar a veracidade do conteúdo com mais critério.

TikTok identifica IA: marca dágua para conteúdo feito por Inteligência Artificial. Imagem: Tik Tok for Business. Divulgação.

As orientações do TikTok para marcar conteúdo feito por inteligência artificial 

Como aplicar o rótulo de conteúdo gerado por IA (fonte: TikTok for Business)

“Para ativar a configuração de conteúdo gerado por IA antes de postar no aplicativo TikTok:

  1. Na tela Postagem, toque no botão Mais opções.
  2. Ative a configuração de conteúdo gerado por IA.
  3. Toque em Publicar.

Depois de postado, seu vídeo será rotulado como Criador, rotulado como gerado por IA e não poderá ser alterado.

Observação: ativar a configuração de conteúdo gerado por IA não afetará a distribuição do seu vídeo, desde que não viole nossas diretrizes da comunidade.”

Para continuar a conversa

TikTok identifica IA: marca dágua para conteúdo feito por Inteligência Artificial Read More »

Grok: inteligência artificial do Twitter (X)

Grok: inteligência artificial do X, privacidade, características e meu teste

Grok: inteligência artificial do X, seu uso, como utilizar e sobre a privacidade do seu uso. Ao final, mostro um exemplo que realizei aqui para testar o Grok com dados da tendência do Dia de Star Wars (Star Wars Day).

A plataforma X, anteriormente conhecida como Twitter, apresentou esta semana ao mercado brasileiro o Grok, um chatbot de inteligência artificial (IA) que promete transformar a interação entre usuários e tecnologia. Desenvolvido pela xAI, empresa fundada por Elon Musk, o Grok foi lançado originalmente em dezembro de 2023, após um período de testes.

Lançamento e acesso no Brasil

O Grok é disponibilizado exclusivamente para os assinantes dos planos Premium e Premium+ da plataforma X, com mensalidades de R$ 60 e R$ 90 (em maio de 2024), respectivamente. Esses planos também oferecem a opção de assinatura anual com desconto, tornando a IA mais acessível para os usuários engajados na rede.

A chegada do Grok ao Brasil oferece aos usuários uma ferramenta para acessar informações e gerar conteúdo dentro da rede. A xAI destaca que o objetivo do Grok é “auxiliar a humanidade na busca por conhecimento e entendimento, servindo como um assistente de pesquisa capaz de apoiar indivíduos em diversas áreas, desde a acadêmica até a empresarial” (de acordo com a página dedicada sobre o assunto no X).

Características

E diferenciais que o Grok enfatiza no seu lançamento

Inspirado no “Guia do Mochileiro das Galáxias”, o Grok foi projetado para responder a quase qualquer pergunta e, mais desafiadoramente, sugerir novas questões. 

De acordo com a xAI, o Grok é diferente por possuir uma “veia humorística e um toque rebelde”. Algo que já foi atribuído ao próprio Elon Musk pela mídia. O Grok se diferencia por seu conhecimento em tempo real do mundo através da plataforma X, uma característica que Elon Musk ressalta como uma vantagem sobre outros modelos de linguagem de inteligência artificial.

Privacidade e segurança de dados

A privacidade dos usuários é uma preocupação central na implementação do Grok. De acordo com a política de privacidade da xAI, informações pessoais são coletadas e processadas com responsabilidade. Ao aceitar o uso do Grok, cada pessoa também aceita “ajustes finos” que utilizam os seus dados pessoais.

Mas a empresa assegura que não busca ativamente informações pessoais para o treinamento de seus modelos e não utiliza esses dados para criar perfis individuais ou para qualquer forma de contato ou publicidade direta.

Dados de uso, como consultas e interações com o Grok, podem ser utilizados para melhorar a precisão das respostas do sistema e desenvolver novas funcionalidades, sempre respeitando a legislação vigente e os direitos dos usuários.

Pesquisa e desenvolvimento na xAI

Com uma infraestrutura baseada em Kubernetes, Rust e JAX, a empresa se prepara para futuros avanços no Grok, incluindo melhorias em robustez adversária e compreensão de contextos longos. Além disso, planeja explorar capacidades multimodais, como visão e áudio, para expandir as aplicações do Grok.

Acesso antecipado e futuro do Grok

Um número limitado de usuários nos Estados Unidos já está experimentando o protótipo do Grok, e os feedbacks coletados foram considerados essenciais para o aprimoramento contínuo da ferramenta. Em maio de 2024, ela chegou ao Brasil, já com as novas funcionalidades e capacidades. A xAI informa que serão introduzidas novidades nos próximos meses, marcando o início de uma jornada no desenvolvimento de ferramentas de IA.

Usando o Grok para entender o trending topic do “Star Wars Day”

Passo a passo: aceitei os termos de uso e aviso do Grok sobre privacidade. 

“Acesso antecipado: Esta é uma versão inicial do Grok. Ele pode fornecer informações factualmente incorretas, resumir incorretamente ou perder algum conteúdo. Encorajamos você a verificar qualquer informação de forma independente. Podemos utilizar suas interações com a Grok para treinamento de modelos e ajustes finos. Você pode controlar suas configurações de privacidade” (X, 2024). Cliquei nas sugestões de perguntas, com opções dos principais temas em alta dos Estados Unidos ou global do dia. Ele explicou as informações. Apontou algumas publicações dentro do Twitter sobre o assunto. 

É uma IA experimental, então é possível que existam termos que ele não saberá responder, (como temas sensíveis, por exemplo). Mas para cultura pop em geral ele ofereceu informações gerais. Outro ponto importante é que o meu perfil é configurado em inglês americano. Em português brasileiro apareceu com uma barra de erro (“não encontrado”). Talvez ainda não tenha destravado para todas as línguas.

Na imagem, trouxe um exemplo de como apareceram as informações sobre o Dia 04 de Maio ou Star Wars Day. 

Resposta do Grok sobre Star Wars Day (tradução livre):

“No dia 4 de maio, Star Wars Day, fãs de todo o mundo celebraram a icônica franquia compartilhando seus personagens, momentos e classificações de filmes e programas de TV favoritos nas redes sociais. O evento, inspirado na famosa frase “May the Force be with you”, mostrou a popularidade duradoura da franquia e a base de fãs apaixonados que continuam a apoiá-la. Celebridades e organizações participaram das festividades, com o The Hollywood Reporter classificando todos os filmes de Star Wars e celebridades como Patrick Stewart e Bill Nelson compartilhando seu amor pela franquia. O dia foi marcado por um sentimento de união e nostalgia, com fãs de todas as idades se reunindo para homenagear a querida franquia.”

Grok: inteligência artificial do Twitter (X)

Para continuar a conversa

Grok: inteligência artificial do X, privacidade, características e meu teste Read More »

Amazon Rufus: por dentro da inteligência artificial do e-commerce da Amazon

Amazon Rufus: por dentro inteligência artificial do e-commerce

Amazon Rufus: você viu que a Amazon lançou uma inteligência artificial para auxiliar as compras em seu aplicativo? 

Primeiro, sobre Amazon Rufus

Em fevereiro de 2024, a Amazon apresentou o Rufus, um assistente de compras alimentado por inteligência artificial generativa, projetado para aprimorar a experiência de compra do cliente. Treinado no vasto catálogo de produtos da Amazon e em dados da web, o Rufus auxilia os clientes com perguntas sobre produtos, comparações e recomendações dentro do aplicativo da Amazon.

“Rufus é um assistente de compras especializado em inteligência artificial generativa, treinado no extenso catálogo de produtos da Amazon, avaliações de clientes, perguntas e respostas da comunidade, e informações de toda a web para responder perguntas dos clientes sobre uma variedade de necessidades e produtos de compras, fornecer comparações e fazer recomendações com base no contexto da conversa.” (Amazon).

Atualmente, o Rufus está em versão beta. A Amazon está começando a disponibilizá-lo para os clientes em ondas, começando com um pequeno grupo de clientes nos Estados Unidos no aplicativo móvel, e progressivamente disponibilizando-o para o restante de novos clientes nas próximas semanas.

Amazon Rufus: usando a Inteligência Artificial para criar oportunidades

O Rufus opera dentro do aplicativo móvel da Amazon, integrando-se à experiência de compra. Os clientes podem acessar o Rufus digitando ou falando perguntas na barra de pesquisa. O diálogo de chat de IA aparece na parte inferior da tela, fornecendo respostas, sugestões e facilitando a descoberta de produtos.

Impacto no e-commerce e comportamento do consumidor

O Rufus pretende simplificar o processo de compra. Com sua capacidade de oferecer recomendações personalizadas e responder a consultas específicas sobre produtos, o Rufus capacita os consumidores a tomar decisões de compra informadas. Essa assistência personalizada pode remodelar as preferências do consumidor e aprimorar a jornada de compra como um todo.

Amazon Rufus: na prática, como isso funciona?

Considere um cliente em busca de tênis de corrida. Com o Rufus, eles podem fazer perguntas detalhadas como “Quais são as diferenças entre tênis de corrida para trilha e para asfalto?” ou perguntar sobre durabilidade. O Rufus os orienta no processo de seleção, garantindo que encontrem o melhor ajuste possível.

“Rufus gera respostas utilizando informações relevantes de toda a Amazon e da web para ajudar os clientes a tomar decisões de compra melhores e mais informadas. Ainda estamos nos primeiros dias da inteligência artificial generativa, e nem sempre a tecnologia acertará exatamente. Continuaremos a melhorar nossos modelos de IA e ajustar as respostas para tornar o Rufus cada vez mais útil ao longo do tempo. Os clientes são incentivados a deixar feedback avaliando suas respostas com um polegar para cima ou para baixo, e têm a opção de fornecer feedback livre também”, conta a Amazon.

Com Rufus, os clientes podem:

  • Aprender o que procurar ao comprar categorias de produtos.
  • Comprar por ocasião ou propósito.
  • Obter ajuda para comparar categorias de produtos.
  • Encontrar as melhores recomendações.
  • Fazer perguntas sobre um produto específico enquanto estiver na página de detalhes do produto.

De acordo com a Amazon, o uso da IA está sendo implementado e o Rufus é a expansão desse projeto no e-commerce:

“No último ano, introduzimos várias novas capacidades geradas por inteligência artificial na loja da Amazon para tornar as compras ainda mais fáceis e convenientes. Nossos destaques de avaliações geradas por IA fornecem aos clientes os temas comuns de dezenas, centenas ou até milhares de avaliações num piscar de olhos para ajudá-los a entender rapidamente as percepções dos clientes. Também introduzimos recentemente nosso recurso de Destaques de Avaliação de Tamanho, que oferece orientações personalizadas de tamanho e insights para que os clientes possam determinar qual tamanho se ajustará melhor a eles. Também estamos utilizando a inteligência artificial generativa para tornar as listagens de produtos ainda mais informativas para os clientes, ajudando nossos parceiros vendedores a escrever títulos e descrições de produtos mais envolventes e eficazes, e enriquecer as listagens existentes”, explica a Amazon.

Oportunidades para varejistas e mudanças para os consumidores

Para os varejistas, integrar ferramentas impulsionadas por IA, como o Rufus, pode aprimorar o engajamento e a satisfação do cliente, levando a um aumento nas vendas. Os consumidores se beneficiam da assistência personalizada e de experiências de compra simplificadas, reforçando a importância de plataformas como a Amazon no cenário digital atual.

Texto criado com informações oficiais da Amazon e insights por Dataísmo. Publicado primeiro no Linkedin.

Amazon Rufus: por dentro inteligência artificial do e-commerce Read More »

Influenciadores virtuais: Mara, da Amaro. Imagem: Divulgação/AMARO

Influenciadores virtuais no Brasil

Lu da Magalu, Lilica Ripilica, Nat da Natura e Mara da Amaro são alguns dos influenciadores virtuais no Brasil, criados especialmente para a internet que somam milhões de seguidores. Eles são criados pelas marcas e funcionam como os embaixadores da sua mensagem,  realizam a comunicação e o atendimento, tudo isso com características próprias de personalidade.

O uso dos influenciadores virtuais pode coexistir com influenciadores humanos. Mas, em relação às pessoas, possuem uma vantagem. Por serem geridos por cada uma das marcas, eles não carecem de contratos para cada nova campanha ou ação. Se por um lado é importante que hajam pessoas influenciadoras, por outro os influenciadores digitais mostram que a  marca pode ser um personagem virtual completamente alinhado à marca, menos passível às mudanças externas dos influenciadores na web.

Marcos históricos dos influenciadores virtuais no Brasil: criação da Magalu e Lei nº 12.485

Influenciadores virtuais: Lu da Magalu. Imagem: Divulgação/Magazine Luiza
Influenciadores virtuais: Lu da Magalu. Imagem: Divulgação/Magazine Luiza

A história dos influenciadores virtuais no Brasil começa há quase vinte anos. Em 2003, Magazine Luiza criou a Magalu. A influenciadora foi precussora a criação de outros personagens digitais em animações de estúdios independentes, como Lilica Ripilica no Youtube e a Any Malu.

Influenciadores virtuais: Lilica Ripilica do Mundo Ripilica. Imagem: Divulgação/Lilica Ripilica
Influenciadores virtuais: Lilica Ripilica do Mundo Ripilica. Imagem: Divulgação/Lilica Ripilica

Já a Lei nº 12.485 de 2011 dispõe sobre a comunicação audiovisual de acesso condicionado e deu prioridade especial à animação infantil produzida por estúdios brasileiros. “A Lei 12.485 viabilizou o incremento da produção independente brasileira, viabilizou a chegada dessa produção na TV paga, na TV aberta, ampliou a capacidade de investimentos do Fundo Setorial do Audiovisual, da Agência Nacional do Cinema, no desenvolvimento do setor, melhorou um conjunto de práticas das programadoras, das TVs abertas, dos nossos produtores, e é o que permite o bom momento que o setor audiovisual brasileiro está vivendo”, disse o presidente da Ancine, Manoel Rangel, em reportagem para a Agência Brasil.

Influenciadores virtuais: Any Malu. Imagem: Divulgação/Any Malu
Influenciadores virtuais: Any Malu. Imagem: Divulgação/Any Malu

 

A importância dos estúdios de animação independentes

De acordo com a EBC, em 2017 os produtores audiovisuais eram 68% da Região Sudeste, 610 (10%) das produtoras no Nordeste, de 358 (6%) no Centro-Oeste e de 151 (3%) no Norte do país e isso influencia e auxilia o aumento dos influenciadores virtuais no Brasil.

Manoel Rangel, diretor da Associação Nacional de Cinema (ANCINE) afirma “O principal dessa lei é que ela faz com que os brasileiros tenham contato com a produção audiovisual brasileira e com a produção audiovisual brasileira independente. Ela intensifica a geração de emprego pelo país afora, intensifica a capacidade do Brasil se ver na tela. Hoje, o que nós apresentamos aqui é um conjunto de base de dados e de sistemas que acompanha esse desenvolvimento da Lei 12.485. São ferramentas para garantir o cumprimento da lei e, por outro lado, ferramentas que nos permitem conhecer mais e melhor o mercado audiovisual, aprimorando as políticas públicas desenvolvidas para o setor”.

Cenário dos anos 2020s

Em 2021, a Lu da Magalu é uma das influenciadores virtuais no Brasil mais populares, mas também no mundo, compondo uma história com mais de 25 milhões de fãs nas redes sociais. E a quantidade de influenciadores virtuais continua a se multiplicar. Atualmente, o Brasil possui diversos influenciadores ativos:

Baianinho das Casas Bahia, o atual “CB”

Influenciadores virtuais: Baianinho das Casas Bahia. Rebranding 3D. Imagem: Divulgação/Casas Bahia.
Influenciadores virtuais: Baianinho das Casas Bahia. Rebranding 3D. Imagem: Divulgação/Casas Bahia.

O antigo Baianinho de chapéu de couro foi repaginado em 2021 e ganhou versão 3D, e compõe um dos maiores influenciadores virtuais no Brasil. Em sua apresentação no Twitter, escreveu: “Faaala, galera! Agora vocês podem me chamar de CB! A Casas Bahia se transformou tanto, que até eu mudei durante essa viagem sensa. Mas fiquem tranquilos! Vou continuar sendo aquele carinha que sempre tem as melhores diconas pra tudo“. O personagem foi assinado pelo Estúdio Miagui. De acordo com Ilca Sierra, diretora de Marketing e Comunicação Multicanal da Via Varejo: “Nossa casa é o Brasil, nossa causa é o brasileiro. Estamos entrando em um segundo e importantíssimo capítulo nessa evolução do reposicionamento da marca. Ele vem agora como um influenciador digital, para dar mais luz aos nossos valores no novo posicionamento, sendo guardião de temas como sustentabilidade e diversidade”.

Elô da Cielo

Influenciadores Virtuais: Elô, da marca Elo. Imagem: Divulgação/ELO
Influenciadores Virtuais: Elô, da marca Elo. Imagem: Divulgação/ELO

“Tem o objetivo de melhorar a experiências dos clientes no atendimento em nossos canais digitais. Essa novidade veio para trazer uma interação mais prática, ágil e amigável”. Missão: é estar à frente de todos os canais digitais da Cielo e auxiliando em duvidas, sugestões em nossos principais produtos e serviços.
Esbanjando simpatia, a Elô ouvirá clientes e fará de tudo para simplificar a comunicação.” (Divulgação/Equipe CIELO).

Mara, da Amaro

Influenciadores virtuais: Mara, da Amaro. Imagem: Divulgação/AMARO
Influenciadores virtuais: Mara, da Amaro. Imagem: Divulgação/AMARO

“A  modelo virtual foi projetada para atender às demandas da equipe de marketing e produtos para a criação das campanhas e lookbook em tempos de isolamento social. Mas a segunda etapa é inevitavelmente a de uma personagem virtual que vai se comunicar com o público em todas as nossas plataformas”, explica Luciana Cardoso, diretora de criação da AMARO.  “Com o conceito “O que a internet uniu, ninguém separa”,  a campanha foi criada e produzida em apenas quatro dias, antecipando a tendência dos encontros virtuais que acabaram por se tornar a realidade para a maioria das pessoas em quarentena.” (Divulgação/AMARO).

Nat, da Natura

Influenciadores Virtuais: Nat da Natura. Imagem: Divulgação/Natura
Influenciadores Virtuais: Nat da Natura. Imagem: Divulgação/Natura

Em sua biografia no Twitter, se declara “Sou Consultora de Beleza Natura, Influenciadora Digital, Porta-voz da Natura aqui no Twitter, apoiadora de causas socioambientais e “mãe” do gato Murumuru”.  De acordo com o blog da Natura: “Para acelerar a digitalização e humanizar o atendimento digital, nós demos cara e novas funcionalidades ao bot (robô de internet). A Nat, nossa assistente virtual, pode renegociar dívidas, solicitar segunda via de boletos, falar sobre os status de pedidos e pagamentos, entre outras funções. Lançada em 2016 apenas dentro do Facebook, até então o bot mostrava opções de presentes para os consumidores comprarem online.”

“Um dos objetivos principais é reduzir em 30% os atendimentos feitos via Central de Relacionamento, que estarão com atenção voltada para resolver problemas “mais complexos”. Hoje, cerca de 75% dos contatos feitos via esse canal são dúvidas simples que a Nat está, a partir de agora, capacitada para solucionar em tempo real, 24 horas por dia, todos os dias da semana e, claro, com total segurança.”.

Influenciadores virtuais no Brasil Read More »

Rolar para cima