Wordle: sobre o jogo viciante e a gamificação das palavras

Se você está na rede social ao lado, é possível que já tenha visto alguns quadrados verdes e cinzas compartilhados na timeline e uma palavra. É do Wordle, um jogo de palavras com desafios diários para adivinhar uma palavra de cinco letras. Ele foi vendido para o New York Times, tamanho o seu sucesso em ser as cruzadinhas virtuais. De acordo com a revista Variety, o jogo foi vendido por uma quantia não divulgada de sete dígitos. E, ainda, virou meme americano: Not a Wordle (não é Wordle).

Mas qual o motivo de ser tão viciante?

Diversão. “Acho que as pessoas apreciam que existe essa coisa online que é simplesmente divertida”, disse Wardle em entrevista ao New York Times. “Não está tentando fazer nada obscuro com seus dados ou seus globos oculares. É apenas um jogo que é divertido”.

Gamificação: a escassez. A descoberta, disse ele, foi limitar os jogadores a um jogo por dia. Isso impôs uma sensação de escassez, que ele disse ter sido parcialmente inspirada no Spelling Bee, que deixa as pessoas querendo mais, disse ele. Os jogos de palavras provaram ser imensamente populares para o The Times e outras empresas nos últimos anos, e muitos, como o Spelling Bee, desenvolveram seguidores dedicados de fãs.

Mais sobre o jogo Wordle

Quem criou? Wordle é um jogo criado pelo engenheiro de software do Reddit Josh Wardle. O Wordle é um quebra cabeça de seis tentativas para adivinhar uma palavra secreta de cinco letras, com pistas na forma da cor que suas letras mudam depois que você digita seu palpite (laranja significa uma letra correta no lugar errado, verde uma letra correta no lugar certo e cinza uma letra que não está na palavra).

Existem algumas regras no jogo: quando você acerta uma letra, ela fica verde, e se a letra não estiver na palavra, ela ficará cinza escuro. Ganha quem acertar todas as letras na ordem correta, deixando todos os quadrados verdes. Os jogadores compartilharam a sua evolução nas redes sociais e muitos afirmaram que é viciante. E muitos usuários também criaram um meme com esses quadradinhos, especialmente nos Estados Unidos.

Virou meme americano: Not a Wordle (não é Wordle)

O meme “Not a Wordle” ou “Não é um Wordle” surgiu com novos significados para os quadrados (tradução do inglês).

  1. Não é o Wordle. esta é a quantidade de abas que abri no meu computador de trabalho.
  2. Não é o Wordle, apenas um monte de biscoitos Triscuit.
  3. Não é o Wordle, apenas o meu teste de antígenos. 
  4. Não é o Wordle, é uma sala de aula no Zoom.
  5. Não é o wordle: essa cor fica tão bonita quando o brilho do meu telefone está no modo noturno. 
  6. Não é o wordle, só eu abrindo meus olhos às três da manhã para ver o meu gato sentar no colo olhando para mim.
  7. Não é o Wordle, é apenas a arte de Wicked (o musical).

Shopee aposta na gamificação para expansão global

A gamificação do Shopee. Imagens: Shopee/Divulgação e FreePik/Reprodução. Exemplos de jogos: Shopee Bubble, Shopee Tabuleiro, Shopee Moedas, Shopee Farm.
A gamificação do Shopee. Imagens: Shopee/Divulgação e FreePik/Reprodução. Exemplos de jogos: Shopee Bubble, Shopee Tabuleiro, Shopee Moedas, Shopee Farm.

E-commerce Shopee mira na expansão global com gamificação, processo de criar jogos para engajar e garantir descontos aos consumidores

Depois de conquistar países asiáticos e o Brasil, a Shopee agora tenta expandir o seu crescimento para outros mercados. Para realizar o crescimento, expande a sua gamificação para um nível mais maduro. Por meio dos jogos, os consumidores podem obter moedas Shopee, interagir com a comunidades nas Shopee Farms e também ganhar descontos que vão de frete grátis a valores no carrinho de compras. Agora, a sua expansão foca em países como Argentina,  Polônia e Índia. Em todos os mercados, o pensamento é para engajar e manter os clientes nos smartphones e cada vez mais conectados, que jogam e possuem perfil mais digital.

A gamificação da Shopee

Atualmente, diversos jogos estão disponíveis no aplicativo da Shopee, como o Shopee Bubble, Shopee Sacode, Shoppe Tabuleiro, Shopee Farm, entre outros.

Shopee Candy. Imagem: Divulgação/Shopee.
Shopee Candy. Imagem: Divulgação/Shopee.

Junto com seus cupons, o Shopee também permite que os vendedores “impulsionem” os produtos para o topo de suas classificações de pesquisa, realiza vendas instantâneas e oferece sorteios e promoções aos clientes e prêmios para novos usuários (como “bubble tea”).

Shopee Bolhas. Imagem: Divulgação/Shopee.
Shopee Bolhas. Imagem: Divulgação/Shopee.

Em Shopee Farm, os jogadores regam uma planta e recebem uma recompensa quando ela está totalmente crescida. Os amigos podem regar as plantas uns dos outros, o que incentiva os jogadores a convidar amigos para o jogo e para a plataforma do Shopee.

Shopee Farm. Imagem: Divulgação/Shopee.
Shopee Farm. Imagem: Divulgação/Shopee.

A Shopee está trabalhando para oferecer experiências de compra mais personalizadas por meio de um mecanismo de recomendação baseado em Inteligência Artificial e integrar o aplicativo de livestreaming Booyahm lançado recentemente pela Garena (do jogo Free Fire) a fim de atender à crescente demanda por conteúdo de jogos para dispositivos móveis.

Shopee Sacode. Imagem: Divulgação/Shopee.
Shopee Sacode. Imagem: Divulgação/Shopee.

Mais sobre a Shopee

Shopee, é um e-commerce direcionado para smartphones e tablets (dispositivos móveis em geral) que oferece a venda e compra de produtos de baixo custo. O Shopee faz parte da Sea Ltda, conglomerado de Singapura. Lançado em 2009, tem origem como empresa de jogos. De acordo com App Annie, Shopee tinha o aplicativo mais baixado no Google Play e o segundo aplicativo mais baixado nas lojas de aplicativos do Google Play e iOS combinadas, para a categoria de compras globalmente no segundo trimestre de 2021. De acordo com o Modern Retail, a plataforma de compras online acumulou US $ 35,4 bilhões em vendas em 2020. A Indonésia já conquistou 90 milhões usuários no ano passado, tornando-o o mercado online mais popular do país, à frente da Tokopedia apoiada pelo SoftBank. 

A Shopee no Brasil

O serviço foi lançado no final de 2019, pouco antes da pandemia. Este ano, tornou-se o principal aplicativo de comércio eletrônico do Brasil, à frente do Mercado Livre, de acordo com a Apptopia. A Shopee começou a cobrar comissão de 5% aos vendedores em 2020 e aumentou para 12% em 2021, com uma taxa adicional de 6% para seu programa de frete grátis. Esta taxa adicional permite os clientes usem uma determinada quantidade de cupons de frete grátis com os produtos dos vendedores que adquiriram o serviço.

Com informações de App Annie, Modern Retail e Tech in Asia.