Meu Nordeste Todo: estudo sobre representatividade nordestina 2023. v-tracker e vask, em parceria com Juliana Freitas, pesquisadora e natalense.

Meu Nordeste Todo: pesquisa sobre representatividade nordestina

MEU NORDESTE TODO, estudo que fiz com a Thais Ribeiro e parceria com o time do v-tracker pra entender a representatividade nordestina por quem mora na região hoje. Entrevistamos 269 pessoas por meio do v-ask para entender o que as pessoas que moram no Nordeste (seus nove estados) acham da representatividade nordestina hoje.

Origem da pesquisa “Meu Nordeste Todo”

Dado zero também é dado – e estava faltando um estudo sobre o que o nordestino acha do Nordeste e da sua cultura – pois é vindo de quem vive, e não contado pela voz de outras regiões. Foi um trabalho com planejamento desde setembro, que rolou em outubro e finalizado em novembro.

Metodologia da pesquisa

Estudo feito do dia 02/10 a 03/10 com 269 respondentes. Realizamos pesquisa com pessoas que moram nos 9 estados do Nordeste para entender o que elas acham da representação nordestina e como elas se vêem na mídia, o que mais ou menos as deixam orgulhosas.

Perfil demográfico e estados

Meu Nordeste Todo: pesquisa sobre representatividade nordestina. Perfil demográfico. Idade. Geração Y. Reprodução v-ask e v-tracker/Juliana Freitas.
Meu Nordeste Todo: pesquisa sobre representatividade nordestina. Perfil demográfico. Idade. Geração Y. Reprodução v-ask e v-tracker/Juliana Freitas.

A maior parte dos participantes da pesquisa possui entre 25 a 44 anos: representam a geração Y.

Os millennials, como também são chamadas as pessoas da geração Y, representam a maior força de trabalho do Brasil (50%), de acordo com o IBGE. Eles nasceram entre 1982 e 1996. E devem compor 70% da força de trabalho até 2030.

Meu Nordeste Todo: pesquisa sobre representatividade nordestina. Perfil demográfico. Estados participantes. Reprodução v-ask e v-tracker/Juliana Freitas.
Meu Nordeste Todo: pesquisa sobre representatividade nordestina. Perfil demográfico. Estados participantes. Reprodução v-ask e v-tracker/Juliana Freitas.

Os estados de Pernambuco (24%), Ceará (23%) e Bahia (24%) são maioria.

Os estados com menor volume de respondentes foram Maranhão (4%), Piauí (3%) e Sergipe (3%). A porcentagem acompanha o volume de concentração demográfica nos estados da região: Bahia, Ceará e Pernambuco têm maior volume populacional.

Download aqui > Meu Nordeste Todo no site do v-tracker

“Meu Nordeste Todo”: três spoilers com insights da pesquisa

  1. A pesquisa qualitativa aponta caminhos – mas vale expandir a conversa e criar novas pesquisas e estudos para públicos maiores, a fim de criar novas ações de publicidade ou produtos mais assertivos e estratégicos.
  2. É preciso repensar as ações no digital, negócios online e offline – especialmente a nível nacional. A maioria dos respondentes consome, conhece e tem orgulho de ser nordestino(a), porém não sente-se representado pelo restante do Brasil.
  3. Detalhe importante: a figura do Rei do Baião (Luiz Gonzaga) segue super presente na mídia hoje e é uma das figuras que representam a cultura nordestina aos respondentes. Ele faz parte das referências do Nordeste atual. Mas quem acha que a região tem a sua versão do passado, pode se enganar. Gonzaga aparece repaginado: tem uma produção contemporânea sobre o “Seu Lua” acontecendo (2023), que é o Gonzaga 110 anos, uma aula de cultura nordestina com tecnologia para o mundo conectado (recomendo que conheçam o Vladimir Barros de Souza, um dos criadores do projeto).
Meu Nordeste Todo: pesquisa sobre representatividade nordestina 2023. Figuras que representam o Nordeste na mídia hoje, pela voz dos moradores da região. Imagem: Reprodução/v-tracker/vask.
Meu Nordeste Todo: pesquisa sobre representatividade nordestina 2023. Figuras que representam o Nordeste na mídia hoje, pela voz dos moradores da região. Imagem: Reprodução/v-tracker/vask.

Em outras palavras

Que o estudo ajude a construir melhores campanhas, melhores produtos, serviços e sair do “frete grátis para todo o Brasil, exceto NORTE E NORDESTE”. Bom, se é assim, não é para todo o Brasil, correto?  Espero que curtam e que isso ajude a defender pontos de vista mais diversos sobre a representatividade nordestina e campanhas que tenham mais cara do nordeste. Afinal, o nordestino vive no Nordeste, sabe o que é da região, do seu estado e é informado. Chegou a hora das outras regiões também se informarem sobre as pessoas que estão lá, e principalmente o que elas acham.

Download aqui > Meu Nordeste Todo no site do v-tracker

Se tiver alguma sugestão ou ponto sobre a pesquisa, fique à vontade para enviar no contato@dataismo.com.br

Veja outros conteúdos para furar a bolha sobre o Nordeste

Meu Nordeste Todo: pesquisa sobre representatividade nordestina Read More »