Rebranding

Rebranding Pepsi 2024. Imagem: Divulgação da marca Pepsi.

Rebranding da Pepsi em 2024

Rebranding da Pepsi foi divulgado para todo o mundo. Começou na América do Norte e agora se espalha por todos os países. Abaixo, escrevi sobre a nova cara da marca. Dividi o texto em quatro tópicos. Primeiro, explicando como aconteceu. Segundo, a anatomia da nova marca. Terceiro, o posicionamento de menos açúcar e mais modernidade. No quarto e último, como a Pepsi pretende se conectar com as novas gerações.

Rebranding da Pepsi: sobre a decisão

Rebranding Pepsi 2024. Lata zero açúcar é preta e está presente em toda identidade visual, reforçando ter menor volume de açúcar em todos os produtos. Imagem: Divulgação da marca Pepsi.
Rebranding Pepsi 2024. Lata zero açúcar é preta e está presente em toda identidade visual, reforçando ter menor volume de açúcar em todos os produtos. Imagem: Divulgação da marca Pepsi.

Após quase 15 anos sem grandes alterações, a Pepsi está passando por um processo de rebranding. A nova identidade, lançada em comemoração aos 125 anos da sua criação, busca manter referências à cultura pop enquanto se adapta aos novos desafios do mercado.

Esta mudança não apenas reafirma o compromisso da marca com a inovação, mas também visa realinhar sua imagem com as demandas dos consumidores modernos, especialmente aqueles preocupados com a saúde e o bem-estar.

“Ao abordar o novo design, nos perguntamos: como pegamos tudo o que amamos na Pepsi e seu passado e criamos algo que transcende?”, contou o diretor de design da PepsiCo, Mauro Porcini.

Anatomia da nova Pepsi

Rebranding Pepsi 2024. Em busca de mais movimento, contraste e vibração. Imagem: Divulgação da marca Pepsi.
Rebranding Pepsi 2024. Em busca de mais movimento, contraste e vibração. Imagem: Divulgação da marca Pepsi.

A nova identidade visual é o resultado de um processo que envolveu pesquisa com os consumidores e o time de design. O pulso da Pepsi, marca registrada da empresa, busca “borbulhar, estourar e efervescer” do refrigerante, com movimento traz o ritmo e a energia da música, uma parte importante e contínua do legado da marca.

Elementos como o globo, a palavra “Pepsi” e uma paleta de cores atualizada foram escolhidos para refletir a autenticidade e a contemporaneidade da marca. Destaque para a nova silhueta de lata, a fonte moderna e o pulso distintivo, que evocam o caráter vibrante e enérgico da Pepsi.

Cores

O azul elétrico e o preto foram escolhidos buscando mais vibração e modernidade. Elementos gráficos como ripple, pop e fizz comunicam movimento e ritmo, alinhados com o universo pop e a energia da marca. A cor preta, em particular, destaca o compromisso da Pepsi com a versão Zero Açúcar do seu produto. Esta escolha não apenas reflete as preferências dos consumidores por opções mais saudáveis, mas também posiciona a Pepsi como uma marca inovadora e sintonizada com as tendências atuais do mercado.

Essa paleta de cores atualizada traz mais contraste, vibração e uma borda contemporânea ao esquema clássico de cores da Pepsi. Esses elementos foram escolhidos para garantir que a nova identidade visual não apenas honre a história da marca, mas também a projete para o futuro com mais confiança e estilo.

Rebranding Pepsi 2024. Novas latas. Imagem: Divulgação Pepsi.
Rebranding Pepsi 2024. Novas latas. Imagem: Divulgação Pepsi.

Nova lata

O novo formato da embalagem, com uma silhueta de lata visualmente distinta, destaca a lata de Pepsi como uma marca acessível para todos, reforçando a mensagem de inclusão e acessibilidade da marca.

Posicionamento da marca: menos açúcar, mais modernidade

Rebranding Pepsi 2024. Menos açúcar e mais sabores. Na imagem: Pepsi Cherry Coke, versão com gosto de cereja. Divulgação da marca Pepsi.
Rebranding Pepsi 2024. Menos açúcar e mais sabores. Na imagem: Pepsi Cherry Coke, versão com gosto de cereja. Divulgação da marca Pepsi.

A nova identidade visual reflete a estratégia da Pepsi de se distanciar da associação com o açúcar, impulsionada pelo crescimento do mercado de produtos zero. A cor preta, presente em destaque, é usada nos produtos zero açúcar e reforça esse compromisso.

A nova marca também foi projetada para ser lógica, flexível e moderna: a nova identidade visual permite uma maior flexibilidade para a Pepsi se movimentar entre espaços físicos e digitais, facilitando a comunicação com os consumidores em diferentes plataformas e contextos. A logo permite ser utilizada no Instagram, na lata, como em uma transmissão da NFL ou estampada em roupas e outras mercadorias de marca.

“Um sistema que visa celebrar a harmonização com a comida, a explosão de sabores, a conexão com a arte, a música, a cultura pop e a iconicidade simples da marca. Uma identidade visual que vive perfeitamente entre os mundos físico e digital”, escreveu o executivo em uma rede social. “Na PepsiCo nós desenhamos as nossas marcas de modo a contarem uma história interessante e holística. A Pepsi é um exemplo brilhante de uma marca que se tem reinventado consistentemente ao longo de 125 anos de modo a manter-se como parte da cultura pop e da vida das pessoas“, diz Mauro Porcini, vice-presidente sénior e diretor de design da PepsiCo, acrescentando que a nova identidade foi desenhada de modo a conectar as futuras gerações com a herança da marca, “casando a distinção da nossa história com elementos contemporâneos, de modo a assinalar a nossa ousada visão do que está por vir“, explica Mauro Porcini, vice-presidente sênior e diretor de design da PepsiCo.

Segundo Porcini, o globo da Pepsi, o pulso e o contorno branco da lata são elementos fundamentais de um novo sistema da identidade visual e flexível, que abre possibilidades infinitas.

Conectando-se com as novas gerações

Rebranding Pepsi 2024. Marca quer ter mais aplicações e flexibilidade no online e offline. Divulgação da marca Pepsi.
Rebranding Pepsi 2024. Marca quer ter mais aplicações e flexibilidade no online e offline. Divulgação da marca Pepsi.

O rebranding da Pepsi visa conectar as futuras gerações com a sua herança, criando uma identidade atual sem perder a sua “cara”.

A identidade visual introduz movimento e animação, permitindo maior flexibilidade para em espaços físicos e digitais, além de colaborações criativas com parceiros e varejistas. Esta abordagem não apenas fortalece o vínculo da Pepsi com os consumidores existentes, mas também atrai novos públicos, especialmente os mais jovens.

“Essa é uma nova era para a Pepsi. Vai permitir uma maior e mais ousada distinção da marca e vai ajudar as pessoas a encontrar novas formas de aproveitar as coisas que gostam” segundo o diretor de marketing, Todd Kaplan.

Em outras palavras

O novo posicionamento da Pepsi como uma marca menos açucarada, mais moderna, flexível e conectada com as novas gerações. Representa um passo importante para garantir sua relevância e sucesso contínuo no mercado global. A nova identidade visual reflete não apenas a rica herança da marca, mas também sua visão para o futuro para os negócios.

O rebranding marca o início de uma nova era para a empresa, buscando inovação, modernidade e conexão com as novas gerações, alinhada com as demandas e preferências dos consumidores modernos. Com sua nova imagem, pretende enfrentar os desafios do mercado global.

*Conteúdo feito com informações oficiais da PEPSI para a imprensa. Insights criados para o Dataísmo.

***

Para continuar a conversa

Rebranding da Pepsi em 2024 Read More »

A WWF usou o rebranding do Twitter para criar uma campanha de conscientização da extinção de animais. Usando a morte do pássaro azul do Twitter, que evolui para o X (ligado à extinção), a WWF alertou para os animais que estão sumindo da fauna mundial.

Case: ação da WWF usa extinção do pássaro azul do Twitter

A WWF usou o rebranding do Twitter para criar uma campanha de conscientização da extinção de animais. Usando a morte do pássaro azul do Twitter, que evolui para o X (ligado à extinção), a WWF alertou para os animais que estão sumindo da fauna mundial.

Com a mensagem “Proteja nossa vida selvagem antes que seja tarde demais”, mostrou uma evolução da morte do próprio passarinho azul do Twitter como símbolo da morte dos animais na vida real.

Ação da WWF usa extinção do pássaro azul do Twitter
Ação da WWF usa extinção do pássaro azul do Twitter. Publicação no Linkedin/Divulgação WWF Alemanha

O mundo inteiro está de luto pelo pássaro do Twitter. Cerca de 1 milhão de espécies reais estão ameaçadas. Hoje estamos no meio da maior extinção desde o fim da era dos dinossauros. Um quarto das espécies de mamíferos, uma em cada oito espécies de aves, mais de 30% dos tubarões e raias e 40% das espécies de anfíbios estão em risco.

Ajude-nos a salvar os animais. (WWF)

Sobre a ação

Foi uma publicação de oportunidade no LinkedIn para gerar impacto com um dos assuntos do momento: acontece logo após Elon Musk mudar a imagem do pássaro azul pelo “X” da X Corp, e renomear o aplicativo para “X”.

Depois de clicar no link do post, as pessoas são direcionadas para o site da WWF alemã, que diz:

A União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN) faz declarações ruins sobre as espécies de animais e plantas na Lista Vermelha Internacional: Das 147.500 espécies registradas, quase 41.500 estão em categorias de ameaça (em julho de 2022), o que é mais espécies do que nunca antes. Juntamente com a crise climática, a extinção de espécies é considerada a maior ameaça ao nosso planeta e às nossas próprias vidas.

WWF entrando na conversa do rebranding

A campanha da WWF foi realizada no Linkedin e criada em parceria com a agência MCann da Alemanha. Busca entrar na conversa sobre o rebranding do Twitter e chamar atenção para uma causa.

A mudança no Twitter gerou muitas conversas na internet, além de discussão sobre o valor do rebranding. Isso pois o Twitter tinha “tweetar” como verbo para publicar e o “retweet” como verbo para compartilhar. Mudar o “tweet” por “post” e o “retweet” para “republicar” exclui a antiga identidade da rede que, por anos, usou palavras próprias.

Para muitas marcas, a criação de uma linguagem que a diferencie, e que seja usada pelas pessoas, é algo que demora anos para conquistar. É a construção do branding verbal.

A escolha foi feita pelo dono da Tesla para integrar o Twitter com o X, com o objetivo de se aproximar aos serviços da X Corp.

“Por um lado, você pode argumentar que ele estaria se livrando de uma marca icônica. Por outro lado, ele está sinalizando que é um novo dia para o que antes era o Twitter e que a empresa está indo em uma direção diferente com uma base de usuários distinta.” (Mike Proulx, diretor de pesquisa da Forrester).

No final, o Twitter retira a antiga personalidade e o pássaro que o identificou por tantos anos e tenta criar e fortalecer a imagem da X Corp. Resta saber se, além dos usuários insatisfeitos, o novo “X” conseguirá firmar sua nova identidade entre os usuários atuais ou conquistar novas audiências.

Outros cases que contém oportunidade

Case: ação da WWF usa extinção do pássaro azul do Twitter Read More »

Rolar para cima