O Branding na mudança visual do Instagram

O Instagram mudou o seu visual. Em anĂșncio no dia 23 de maio de 2022, a rede social listou quais as principais mudanças no design, cuja proposta Ă© de se aproximar da comunidade criadora e o conteĂșdo produzido pelos creators (“Yours to make”).

Mudança no design do Instagram busca posicionar a rede social como espaço para criadores e pĂ”e o conteĂșdo primeiro (“content first”). Imagem: Reprodução/Instagram Official Blog.
Mudança no design do Instagram busca posicionar a rede social como espaço para criadores e pĂ”e o conteĂșdo primeiro (“content first”). Imagem: Reprodução/Instagram Official Blog.

As principais alteraçÔes incluem:

  • Uso de fonte proprietĂĄria. Instagram Sans, desenvolvida em colaboração com a Colophon Foundry. EstĂĄ disponĂ­vel em trĂȘs estilos: Regular, Headline e Condensed. Pode ser aplicada nos stories e recursos presentes neles, como as enquetes.
  • Cores gradientes: o formato de cor gradiente ganha 5 novas paletas.
  • Ícone: recebe novas cores, arredondamento e jĂĄ estĂĄ disponĂ­vel nas atualizaçÔes nas lojas de aplicativos.

+ Veja mais: dados da audiĂȘncia do Instagram no primeiro trimestre de 2022.

Branding: mudança visual teve como objetivo reforçar o Instagram ser uma plataforma para criadores

O branding Ă© baseado na mensagem de que todos que fazem parte da comunidade na forma de protagonistas: “yours to make” (vocĂȘ que faz”); “I want to build a the new normal” (eu quero construir o novo normal), em referĂȘncia ao mundo pĂłs pandĂȘmico e Ă  possibilidade das pessoas construĂ­rem uma nova realidade; “push the culture foward” (que tĂȘm o sentido de trazer e trocar ideias, ideias, planejamento, comunicação e a vontade de fazĂȘ-las acontecer, em tradução livre do inglĂȘs). Imagem: Reprodução/Instagram Official Blog.
O branding Ă© baseado na mensagem de que todos que fazem parte da comunidade na forma de protagonistas: “yours to make” (vocĂȘ que faz”); “I want to build a the new normal” (eu quero construir o novo normal), em referĂȘncia ao mundo pĂłs pandĂȘmico e Ă  possibilidade das pessoas construĂ­rem uma nova realidade; “push the culture foward” (que tĂȘm o sentido de trazer e trocar ideias, ideias, planejamento, comunicação e a vontade de fazĂȘ-las acontecer, em tradução livre do inglĂȘs). Imagem: Reprodução/Instagram Official Blog.

Para manter e expandir o reconhecimento da marca, o Instagram simplifica e tambĂ©m expande sua unidade visual. Abaixo, listo trĂȘs conceitos de branding aplicados ao design. Tudo isso para proporcionar retenção e aumento da audiĂȘncia:

1. Branding Purpose (propĂłsito da marca) Ă© o Content First (“conteĂșdo vem primeiro”).

“Yours to make” ou “VocĂȘ que faz” Ă© o mote do Instagram para se aproximar da comunidade de criadores e a audiĂȘncia da rede social. Imagem: Reprodução/Instagram Official Blog.
“Yours to make” ou “VocĂȘ que faz” Ă© o mote do Instagram para se aproximar da comunidade de criadores e a audiĂȘncia da rede social. Imagem: Reprodução/Instagram Official Blog.

“Nosso novo sistema de design coloca o conteĂșdo em destaque, com foco na simplicidade e na auto expressĂŁo. Os novos layouts de marketing do Instagram exibem imagens em tela cheia, fazem referĂȘncia Ă  experiĂȘncia no aplicativo e celebram a criatividade que vemos na nossa comunidade todos os dias”, de acordo com o blog oficial da plataforma.

2. Brand Recognition. NĂŁo se afastar demais do que a audiĂȘncia jĂĄ conhece. O design precisava estar prĂłximo ao que jĂĄ estĂĄ na mente das pessoas quando pensam na marca.

A escolha da fonte Instagram Sans veio para reforçar o Branding do Instagram e o seu maior desafio foi nĂŁo se afastar da marca que jĂĄ estĂĄ mundialmente na mentalidade da audiĂȘncia. Imagem: Reprodução/Instagram Official Blog.
A escolha da fonte Instagram Sans veio para reforçar o Branding do Instagram e o seu maior desafio foi nĂŁo se afastar da marca que jĂĄ estĂĄ mundialmente na mentalidade da audiĂȘncia. Imagem: Reprodução/Instagram Official Blog.

Cynthia Pratomo, diretora criativa do Instagram da Meta, conta que alinhar o objetivo da rede social Ă  aparĂȘncia foi desafiante. “O mundo estĂĄ tĂŁo familiarizado com a marca Instagram que fazer qualquer tipo de mudança Ă© um desafio. Queremos que nosso sistema seja fiel ao espĂ­rito do Instagram – nĂŁo simplesmente mude por mudar. É por isso que a simplicidade do sistema de design se refere ao que mais amamos no uso do Instagram – Ă© sempre o conteĂșdo e a comunidade em primeiro lugar.” contou ao site It’s Nice That.

3. Branding Everywhere (branding em todos os lugares). Expansão do reconhecimento de marca também nos textos, por meio de fonte proprietåria.

Instagram Sans, desenvolvida em colaboração com a Colophon Foundry, estĂĄ disponĂ­vel em trĂȘs estilos: Regular, Headline e Condensed. Pode ser aplicadas nos stories e recursos, como as enquetes. Imagem: Reprodução/Instagram Official Blog.
Instagram Sans, desenvolvida em colaboração com a Colophon Foundry, estĂĄ disponĂ­vel em trĂȘs estilos: Regular, Headline e Condensed. Pode ser aplicadas nos stories e recursos, como as enquetes. Imagem: Reprodução/Instagram Official Blog.

“A parte mais importante do briefing do Instagram Sans foi desenvolver um DNA tipográfico que priorizasse a acessibilidade e os scripts globais desde o início”, disse Cynthia Pratomo, diretora criativa do Instagram da Meta, ao It’s Nice That. Criar um sistema que abrigaria vários scripts globais, incluindo coreano, árabe e canará, mantendo-se fiel ao estilo suave e em loop que a equipe tinha em mente, foi um projeto extenso por si só. Tanto uma auditoria aprofundada das necessidades da comunidade quanto a colaboração com mais de 40 tipógrafos e especialistas em linguagem entraram nos scripts finais.

“A partir daí”, explica Daniel Soedderstedt, do Instagram, “imaginamos um remix contemporĂąneo, mas atemporal, de estilos tipogrĂĄficos – nĂŁo Ă© um geomĂ©trico tradicional nem grotesco” (contaram em entrevista ao site It’s Nice That).

+ Saiba mais: como funciona o algoritmo do Instagram.

Cristiano Ronaldo: a construção da marca pessoal e o recorde no Instagram

VocĂȘ viu esse recorde? Cristiano Ronaldo foi o primeiro perfil a atingir 400 milhĂ”es de seguidores no Instagram.  O ranking dos mais seguidos inclui celebridades como Kylie Jenner, Lionel Messi, Ariana Grande, Dwayne Johnson (The Rock) e Selena Gomez. Vamos entender mais (e, quem sabe, debater, sobre esse sucesso?)

Vamos falar um pouco mais dos insights desse nĂșmero? HĂĄ alguns anos o jogador tem criado e construĂ­do uma marca pessoal mais forte. No inĂ­cio de sua carreira, ele se colocava mais como jogador, e menos prĂłximo do pĂșblico. Aos poucos ele foi desconstruindo a visĂŁo de ser uma famoso mais distante, e mostrando a vida, bastidores de sua carreira, em uma espĂ©cie de “vida dupla”. O perfil consegue mesclar o pessoal ao profissional, com a impressĂŁo de proximidade, mais vulnerabilidade e aproximação para quem acompanha o jogador. Seja para os fĂŁs do esporte, de notĂ­cias de celebridade ou de estudiosos de comunicação, acompanhar esse perfil de perto torna-se bem relevante.

E o resultado? Parte Ă© do que estamos vendo aqui. A construção de uma marca pessoal que se reflete nos nĂșmeros. E com vĂĄrios anos de construção, vĂȘm um recorde. O resultado Ă© conquistar patrocĂ­nios de marcas online + offline (phydigital) em uma carreira de influencer que se agrega Ă  carreira do esporte.