Lo-fi Girl, mais que meme: Lo-fi Music e merchandising

Lo-fi Girl. Reprodução: Lo-fi Girl/Youtube

Mais que um meme de uma garota ouvindo música e um gato na janela, a Lo-fi Girl tem grande sucesso nas redes. E, ainda, aumentou na pandemia, a partir de 2020, quando não parou de crescer.

Em janeiro de 2022, o canal Lo-fi Hip Hop já contava com mais de 9.4 milhões de seguidores no seu canal oficial, 800 mil  de seguidores no Instagram, e podemos encontrar 100 mil pessoas online ouvindo canais de lo-fi de forma simultânea. E ele não é o único canal com altos números.

O ChilledCow, por exemplo, produziu um dos vídeos mais longos no streaming, com mais de 13 mil horas e 218 milhões de visualizações. Apesar de ser um estilo popularizado ter sido popularizado nos anos 1980, as gerações millenial e Z são os maiores ouvintes.

Como o Lo-Fi faz a sua monetização

Apesar do sucesso nas redes sociais e nos canais de vídeo, as transmissões ao vivo não estão gerando royalties, mas sim os selos criados por cada canal: isso pq as transmissões não geram receitas para os artistas e compositores cujas músicas tocam. Também não estão gerando muita receita de publicidade para si mesmas. 

Porém, ao criar os seus próprios selos, monetizam em outros serviços, como o Spotify. Estima-se que Chillhop Music tenha obtido entre US $ 5 milhões e US $ 8 milhões de receita apenas do Spotify apenas em 2019, antes mesmo do sucesso na pandemia.

A Lo-Fi Girl também lançou sua loja de merchandising, a Lo-fi Girl Shop, com camisetas, pôsteres, adesivos e decoração para casa, projetados e vendidos por artistas independentes.

A música Lo-Fi, millennials e geração Z

A música lo-fi não é novidade no mundo da música. Existe, pelo menos, desde os anos 1980. Lo-fi significa low fidelity, a baixa fidelidade, com instrumentos musicais mais baratos e sem contar com o apoio de grandes produções. Eram músicas criadas em estúdios minimalistas e o lo-fi começou a ser reconhecido como um estilo de música popular na década de 1990, quando passou e chamada de música DIY (Do it Yourself). O termo foi popularizado nos anos 1980 pelo DJ William Berger, que tinha um programa de rádio. Apesar de ser antigo comparado às atuais gerações que utilizam streaming, o som virou um dos favoritos dos millennials e da geração Z.

Memes e versões da Lo-Fi Girl

A imagem da Garota Lo-fi nem sempre foi a capa que é utilizada hoje. A personagem original foi substituída em agosto de 2017 devido a uma provável reclamação de violação de direitos autorais. Desde então, a imagem gerou memes que incluem inverter a posição do gato pela garota e versões de outros países, como a Lo-Fi Girl Brazil.

Lo-fi Girl Reversed. Imagem: Know your Meme

Nacionalidades: Brasil, Austrália, Iceland, Marrocos, Escócia e Tóquio, entre outras

Lo-fi Girl Brazil. Imagem: Reprodução/Youtube
Lo-fi Girl Australia. Imagem: Reprodução/Bored Panda
Lo-fi Girl Iceland. Imagem: Reprodução/Bored Panda
Lo-fi Girl Morocco. Imagem: Reprodução/Bored Panda
Lo-fi Girl Scotland; Imagem: Reprodução/Bored Panda
Lo-fi Girl Tokyo. Imagem: Reprodução/Bored Panda