Kesong: vem aí um novo Instagram? A rede social chinesa de fotos

Mulher utilizando o smartphone em um café. Imagem: Reprodução/FreePik

Recentemente, tivemos pedidos de influenciadores e da audiência das redes sociais para “fazer o Instagram, o antigo Instagram de novo” (em tradução livre) e, nesse meio tempo, um anúncio gerou expectativa na internet e nos negócios: de que haveria uma nova rede, similar ao antigo Instagram, que era focado em fotografias e lifestyle.

O Kesong (que significa croissant chinês) é uma novidade da ByteDance, criadora do Tik Tok, o aplicativo de vídeos do momento. Por meio da nova rede social Kesong, os usuários poderiam compartilhar fotos, comentários e realizar compras por meio de uma loja integrada.

Ele também seria uma concorrência à outra rede social popular na China, Xiaohongshu, que possui mais de 200 milhões de usuários ativos por mês e é sucesso no país (veja alguns dados aqui nesse post do blog). Focado na geração Z e em mulheres, permite compras dentro do aplicativo e possui influenciadores que potencializam marcas e produtos. O Kesong também traria uma alternativa para o Instagram caso chegue aos americanos e brasileiros, além de demais países com pessoas insatisfeitas hoje.

A empresa ByteDance lançou anteriormente dois aplicativos semelhantes de fotos: Xincao em 2018 e Xintu em 2019. Ambos acabaram sendo descontinuados, de acordo com relatório de 36kr Holdings (que mostra cadastros de empresas e relatórios de negócios na China).

“Os clientes mais jovens ou a geração Z em particular demonstraram preferir abordagens de negócios por meio de aplicativos de mídia social, apesar das preocupações com privacidade e coisas do tipo.

Para ByteDance, Kesong marcaria o próximo capítulo sobre como planeja dominar o setor de mídia social. Com o TikTok já sendo o aplicativo mais baixado globalmente, será interessante ver como Kesong se comporta no mercado chinês e se o aplicativo chegará ao cenário internacional.” (TechWire Asia).

A previsão é de que o Kesong lançaria o seu aplicativo “neste verão quente” (setembro), de acordo com a introdução da plataforma.

Com dados do TechWire Asia e Marketing to China (com tradução do site 36kr, em inglês).