Dados do OnlyFans em 2021

Dados do OnlyFans em 2021: Logotipo de empresa atual. Imagem: Divulgação/OnlyFans.

Dados do OnlyFans em 2021: plataforma divulgou os lucros de seu melhor ano. 

Criada na Inglaterra, é um espaço de assinaturas para compartilhamento de conteúdo adulto. A  audiência realiza o pagamento de criadores, fornecem fotos e vídeos para obter o conteúdo exclusivo e explícito. 

Recentemente, a empresa divulgou lucro de quase 4 bilhões de dólares, além de uma base de usuários fiéis e de acesso diário. Em setembro de 2022, a empresa divulgou o seu lucro no ano passado, além de alguns dados sobre a plataforma:

  • O número de usuários OnlyFans aumentou 128% e atingiu 188 milhões.
  • O número de criadores aumentou 34% no ano passado e soma 2,16 milhões.
  • Os criadores ganharam US$ 3,86 bilhões em 2021, um aumento de 115% em relação ao ano anterior, 2020.
  • A plataforma lucrou mais de US$ 8 bilhões desde sua fundação em 2016. 
  • A receita bruta (ou seja, pagamentos de fãs líquidos de impostos) também mais que dobrou, para US$ 4,8 bilhões no ano de 2021 (dados até novembro daquele ano).
  • A receita líquida da OnlyFans cresceu 160%, para US$ 932 milhões.

Dados do OnlyFans em 2021 sobre os maiores criadores

  • Em 2021, a maior criadora foi Blac Chyna: faturou cerca de US$ 20 milhões por mês, de acordo com o serviço de pesquisa Statista.
  • A atriz e cantora Bella Thorne ficou em segundo lugar, com cerca de US$ 11 milhões por mês.
  • Em terceiro lugar, está Cardi B, com US$ 9,34 milhões por mês, de acordo com Statista.

A proposta do OnlyFans é investir no criador de conteúdo, com mídia original para trazer mais usuários. Nas palavras do próprio CEO do OnlyFans: “nossa abordagem do criador em primeiro lugar para construir a plataforma de mídia social mais segura do mundo impulsionou o OnlyFans a um recorde de 2021”, disse Amrapali “Ami” Gan, em comunicado. “Estamos capacitando os criadores a monetizar seu conteúdo e ter controle real sobre ele”.

*Dados do relatório do OnlyFans divulgados em setembro de 2022, referente aos lucros e usuários contabilizados até novembro de 2021.

Mais conteúdos

Profissional de Digital Business e Business Intelligence, com foco em Consumer Insights, Trends e Cultural Research. Pesquisa e trabalha criando estratégias baseadas em dados. Criadora do Dataísmo e da comunidade de consumer insights Priszma by Dataísmo. Formada em Marketing e pós-graduanda em Digital Business na USP.

Share