Resenha: O Golpista do Tinder

O document√°rio da Netflix, ‚ÄúO Golpista do Tinder‚ÄĚ mostra o caso de Simon Leviev, que¬† pedia dinheiro de mulheres e utilizava os seus cart√Ķes de cr√©dito com muita manipula√ß√£o emocional. Apesar de ter feito diversas v√≠timas pelo mundo e ter usado nomes falsos para extorquir as pessoas, ele cumpriu apenas 5 meses de pris√£o.

O Golpista do Tinder. Documentário da Netflix. Imagem: Divulgação/Netflix
O Golpista do Tinder. Documentário da Netflix. Imagem: Divulgação/Netflix

A produ√ß√£o mostra relatos de v√≠timas em detalhes, desde o come√ßo, quando ele come√ßava o seu roteiro com uma volta no avi√£o particular, at√© o desenvolvimento dos golpes, quando elas come√ßavam a adquirir empr√©stimos para enviar dinheiro a Simon ou emprestavam os seus cart√Ķes de cr√©dito.¬†

Apesar de Simon ter sido exclu√≠do do aplicativo Tinder, fica uma quest√£o. A necessidade de prote√ß√£o e seguran√ßa digital para um enorme n√ļmero de pessoas. O aplicativo Tinder existe em 40 idiomas diferentes, em mais de 190 pa√≠ses, com uma m√©dia de 57 milh√Ķes de pessoas em 2021.¬†

Relevar que sofrer um golpe ainda √© tabu para muitas pessoas, mas de acordo com o portal R7, acontecem com frequ√™ncia. Os cinco golpes mais comuns s√£o sextors√£o (amea√ßar divulgar fotos sensuais enviadas), catfish (fingir ser outra pessoa), manipula√ß√£o emocional, uso de rob√īs (para dar match em muitas pessoas)¬† e mosting (quando a pessoa finge estar apaixonada e some).

O Brasil e o Tinder

No Brasil, os “Golpistas do Pix” n√£o foram pessoas isoladas, mas uma quadrilha. Os criminosos usavam perfis falsos para atrair e roubar as v√≠timas. Ao inv√©s da mulher atraente que falava pelas redes, homens armados anunciavam assaltos e roubavam dinheiro pelo Pix.¬†

Com o retorno presencial, √© poss√≠vel ver as pessoas ao vivo, mas as quest√Ķes de seguran√ßa, especialmente quando envolve tanta emo√ß√£o quanto um aplicativo, √© um ponto que n√£o pode ficar fora do relacionamento.

Devem vir mais histórias sobre o Golpista

Netflix disse que pretende criar um filme da história. Projeto ainda está sendo negociado com produtores.

Resenha: ‚ÄúVivendo como um guerreiro‚ÄĚ por Whindersson Nunes

Whindersson Nunes veio da internet e colhe a alegria do sucesso, mas tamb√©m o √≥dio dela. Humorista e cantor, se tornou um dos maiores criadores de conte√ļdo do mundo. Agora, publica o seu primeiro livro. Ele escreve cap√≠tulos sinceros que mostram a sua trajet√≥ria profissional, a mudan√ßa do Piau√≠ para o mundo, o luto do filho Miguel e a depress√£o. Nessa resenha falo um pouco sobre o livro e sobre a vida digital.

Revelar a sua luta contra as drogas √© fato in√©dito, e foi marcado pelo medo da repercuss√£o. “Meus amigos diziam que isso seria um prato cheio para a m√≠dia. E eu tamb√©m n√£o queria que isso fosse um prato cheio para que as pessoas culpassem Lu√≠sa”. Ap√≥s o termino do casamento, Sonza foi criticada duramente nas redes sociais, acusada de interesseira, oportunista e ad√ļltera. Em um v√≠deo, a cantora j√° pediu para que parassem o √≥dio nas redes sociais. Lu√≠sa nunca contou do problema das drogas, mantendo a hist√≥ria de Whindersson privada at√© que ele mesmo revelasse.¬†

Todo o livro nos faz pensar que fora da internet existe muito mais do que havia sido contado. A vida nas redes sociais é editada.

A relação com as drogas gerou surpresa nas redes

Dentre todos os assuntos, foi o assunto que mais surpreendeu na internet ‚Äúquem diria que Whindersson tinha problema com drogas‚ÄĚ, comentaram no Twitter. Mas a verdade √© que apenas parte de sua vida era mostrada nas redes sociais, com v√≠deos de humor ou mensagens curtas de algumas piadas. E isso acaba valendo para todas as pessoas: o que est√° na internet √© uma vida editada. E n√£o s√≥ para ele, isso acaba valendo para todas as pessoas. N√£o √© poss√≠vel julgar ou conhecer um indiv√≠duo em sua totalidade apenas por meio da web.

As drogas, o casamento com a cantora Luísa Sonza e o vazio

Em refer√™ncia √† m√ļsica ‚ÄúPenhasco‚ÄĚ do √°lbum Doce 22 da cantora, ele contou: ‚Äú(…) Quando acabou com Lu√≠sa, eu tamb√©m tive o meu penhasco (‚Ķ) Reconhe√ßo que errei, que as drogas foram me destruindo (‚Ķ) N√£o havia mais intervalos entre as drogas. Eu acordava e desacordava para a vida. Eram drogas e mais drogas tentando estancar sei l√° o que”, escreveu ele no livro, explicando que a cantora n√£o tinha culpa.¬†

“Minha viagem com Lu√≠sa durou 4 anos. Ela me ajudou com a minha autoestima. Eu n√£o me achava um cara interessante […]. Mas o olhar dela fazia com que eu acreditasse que, de fato, eu era interessante, eu era legal. E nisso, ela foi minha professora. E eu sou grato. At√© hoje eu tenho uma confian√ßa que ela despertou em mim”, disse Whindersson.

O efeito das drogas na sa√ļde mental

‚ÄúElas aumentavam as minhas paranoias, medo das viol√™ncias, medo das invas√Ķes. E o p√Ęnico? N√£o desejo isso para ningu√©m. Meu c√©rebro derretendo. Minhas noites mal dormidas, virando de um lado para o outro‚ÄĚ, escreveu.

O luto do filho

‚ÄúPegamos Jo√£o no colo, sem vida. Foi o momento em que eu mais chorei em toda a minha vida, e esse momento dura at√© hoje. A Maria, tamb√©m. Entre as incredulidades do que estava acontecendo, escrevi com f√© no Twitter: Deixai vir a mim os pequeninos, porque deles √© o Reino dos C√©us. E nada mais havia para ser dito. Havia muito para ser sentido. A dor de voltar para casa. A dor do desabamento de um sonho. A dor do adeus. A dor de voltar sem a crian√ßa e sem a barriga, depois de meses de esperan√ßa‚ÄĚ, disse Whindersson, sobre Jo√£o Miguel.¬† “Quando uma hist√≥ria de amor acaba, uma hist√≥ria de amor acaba. Apenas isso. O amor continua.” completa, sobre o amor com Maria Lina, m√£e de seu filho.

Após divulgação de trechos no livro, Whindersson recebeu mensagens de ódio

Muitas pessoas criticaram o seu comportamento ap√≥s o fim do casamento, quando ele n√£o publicou detalhes a respeito do t√©rmino. Alguns especularam qual o motivo, ora culpando Whindersson, ora culpando Lu√≠sa. O cantor rebatou: ‚ÄúEu n√£o fiz uma biografia pra falar de Lu√≠sa, isso deve ter 2 p√°ginas, eu n√£o falei mal dela, meu livro fala sobre minha vida inteira. Vai tomar no seu c*, t√ī de saco cheio‚ÄĚ, respondeu no Twitter. Coment√°rios duros e cr√≠ticas acompanham o lan√ßamento do livro.

O √≥dio na internet continua, mas o seu humor, (ainda bem) tamb√©m. E √© poss√≠vel acompanhar o seu √°lbum de m√ļsicas, a volta ao Youtube, fotos descontra√≠das no Instagram e tweets de piadas curtinhas.¬†

Ficha Técnica

Vivendo como um guerreiro ‚Äď 6 dezembro 2021
Por Whindersson Nunes (Autor), Gabriel Chalita (Autor)
Editora Serena, 208 p√°ginas

Do interior do Piau√≠, brotou um menino espalhador de alegrias, um guerreiro na arte de pedir licen√ßa √†s adversidades e prosseguir vencendo. Whindersson tem a capacidade de ler a alma das pessoas e entrar nelas. √Č atento com o outro. Com os medos e os sonhos do outro. E vai al√©m. √Č compassivo. √Č generoso. Ouvir cenas de sua vida √© encontrar raz√Ķes para prosseguir acreditando na natureza humana. Nada de perversidades. Nada de distra√ß√Ķes no tema maior do existir: ser bom para o outro. Whindersson √© bom para o outro, √© bom para os milh√Ķes que dedicam peda√ßos de suas vidas para acompanhar a vida do tal menino espalhador de alegrias. Disse Euclides da Cunha que: “O sertanejo √©, antes de tudo, um forte”. Em tudo de Whindersson, h√° a for√ßa do sert√£o nordestino. Em seus exemplos. Em suas lembran√ßas. Em seu estender a m√£o para dar oportunidades. Mas √© ele tamb√©m fr√°gil, como se deve ser, como se √© quem tem sensibilidade. √Č instigante ouvir o seu relato sobre a dor. E ela j√° o visitou muitas vezes. E ele a recebeu. Aprendeu e pediu licen√ßas para prosseguir cultivando a felicidade. O que mais me impressiona em seus relatos √© a verdade. N√£o h√° m√°scara no mundo mais bonita do que o rosto humano. E ele sabe disso. E, por isso, revela-se generosamente. E, por isso, inspira. Que seja este livro uma inspira√ß√£o que dignifique a vida e que semeie, no mundo, mundos melhores, de pessoas mais atentas, de mulheres e homens decididos a prosseguir “Vivendo como guerreiros”.

Venda: Amazon.com.br