Bill Hader dançando: por dentro do meme

Bill Hader Dancing Meme: Bill Hader dançando virou meme no Tiktok em 2023. Dados e história. Imagem: NFL no Youtube.

Origem do meme “Bill Hader dançando”: ele existe desde 2015 e nunca foi exibido na TV americana. Graças à internet, foi redescoberto no Twitter em 2019 e ganhou uma segunda onda de popularidade em 2023. Mais detalhes e alguns dados dessa história abaixo.

Bill Hader dançando, de esquete (não exibido) ao viral

Bill Hader dançando. Esse gif tem mais 20.755.169 visualizações. Fonte: Giphy. Agosto/2023.
Bill Hader dançando. Esse gif tem mais 20.755.169 visualizações. Fonte: Giphy. Agosto/2023.

Tudo começou em 2015, no programa Saturday Night Live, quando o ator Bill Hader fez a esquete “Meet Alan”, interpretando um robô que dançava: Alan. No quadro, ele está dentro de uma caixa de vidro e confunde os outros personagens.

A filmagem original desse trecho nunca foi exibido na TV. Mas encontrou seu jeito de se destacar na internet.

Bill Hader dançando teve duas ondas de trend, até agora

Bill Hader dançando. Esse gif tem mais 1.261.477 visualizações. Fonte: Giphy. Agosto/2023.
Bill Hader dançando. Esse gif tem mais 1.261.477 visualizações. Fonte: Giphy. Agosto/2023.

Em 2019, o Twitter já tinha descoberto a dança de Hader. Uma conta do Twitter chamada billhanderdancing postava clipes de “Alan” com diferentes músicas de fundo. Ele já mostrava a versatilidade da dança, que parecia combinar com qualquer tipo de ritmo musical.

Quem criou foi uma jovem de 18 anos da Flórida (EUA) chamada Sam, grande fã de Hader e Keanu Reeves, que descobriu a versatilidade da dança de Alan e abriu a conta no Twitter. De acordo com o DailyDot em 2019:

A conta (billhaderdancing no Twitter), lançada em 17 de setembro (de 2019), acumulou milhares de visualizações, com seu vídeo mais popular recebendo mais de 36.000 curtidas.

Samantha, a criadora da conta que se recusou a compartilhar seu sobrenome, disse ao Daily Dot em uma mensagem direta que iniciou a conta depois que um amigo sugeriu editar uma música diferente no vídeo.

“Achei que ninguém além de meus seguidores veria o tweet original e definitivamente não esperava que alguém seguisse esta conta”, disse Samantha.

Mas as pessoas adoram. Não importa a música, os movimentos de dança de pai de Hader do esboço “Alan” do Saturday Night Live parecem funcionar perfeitamente.

Essa conta foi deletada, e o meme desapareceu por um tempo.

Bill Hader Dancing Meme: Bill Hader dançando virou meme no Tiktok em 2023. Dados e história. Imagem: NFL no Youtube.
Bill Hader Dancing Meme: Bill Hader dançando virou meme no Tiktok em 2023. Dados e história. Imagem: NFL no Youtube.

Foi só em 2023 que o TikTok impulsionou a popularidade desse meme e ele foi ressuscitado por um usuário do TikTok em junho de 2023. E aqui, novamente ela se mostrou versátil: a dança de Hader pode representar uma série de emoções, o que permitiu que o meme fosse usado em várias situações e também para algumas marcas. Assim teve o seu “boom” em julho de 2023.

Dados do meme “Bill Hader dancing” hoje

Bill Hader Dancing Meme: Bill Hader dançando virou meme no Tiktok em 2023. Dados e história. Imagem: NFL no Youtube.

Atualmente, o clipe original no canal oficial do Saturday Night Live no YouTube já possui mais de 10,2 milhões de visualizações, enquanto a hashtag #billhaderdancing no TikTok acumula mais de 920,9 milhões de visualizações.

O meme teve um aumento repentino nas tendências de pesquisa no Google, tanto no mundo quanto no Brasil. Nos Estados Unidos, o aumento foi com termos como “Bill Hader meme song”, “Dancing Guy Meme” e “Makeba meme” se destacando. O Brasil entrou na tendência com buscas por “Makeba”, também de aumento repentino.

Minhas fontes: Google Trends, dados dos últimos cinco anos, coleta em agosto de 2023. TikTok, Youtube SNL e Giphy, dados de agosto de 2023.

***

Mais conteúdos

Profissional de Digital Business e Business Intelligence, com foco em Consumer Insights, Trends e Cultural Research. Pesquisa e trabalha criando estratégias baseadas em dados. Criadora do Dataísmo e da comunidade de consumer insights Priszma by Dataísmo. Formada em Marketing e pós-graduanda em Digital Business na USP.

Share